MENU

Brasileira é uma das vencedoras do programa Getty Images Instagram Grant

September 11, 2015 • Company News

Os três ganhadores vão receber US$ 10 mil cada

A Getty Images, líder mundial em comunicação visual, em parceria com o Instagram, anunciou hoje os vencedores do primeiro Getty Images Instagram Grant (http://gtty.im/1VLsObp), um programa criado para premiar fotógrafos que documentam comunidades sub-representadas em todo o mundo usando a rede social de compartilhamento de imagens.

 

Os três ganhadores foram selecionados entre mais de 1.200 inscritos em 109 países, com base em seus respectivos trabalhos no Instagram. O trabalho deles foi julgado por um painel de fotógrafos peritos, incluindo David Guttenfelder, da “National Geographic”, Kira Pollack, da “TIME”, as fotógrafas Maggie Steber e Malin Fezehai, e o cofundador do @EverydayIran, Ramin Talaie, que analisaram a qualidade das imagens, a técnica fotográfica, bem como a capacidade de contar histórias. Os vencedores são:

 

  • Adriana Zehbrauskas (@adrianazehbrauskas), fotógrafa nascida no Brasil e que atualmente mora no México, foi premiada por seu portfólio no Instagram que abrange temas como as mudanças climáticas e a documentação da vida cotidiana dos latino-americanos. Adriana tem a intenção de usar a bolsa para financiar seu projeto “Next of Kin: Family Matters”, que reunirá retratos de 43 famílias de estudantes desaparecidos da escola rural de Ayotzinapa no ano passado. Ela é colaboradora também do coletivo @everydayclimatechange do Instagram.
  • Ismail Ferdous (@afterranaplaza), fotógrafo de Bangladesh que usa o Instagram para cobrir questões humanitárias, recebeu a bolsa para o projeto “After Rana Plaza”, focado nos parentes dos mortos do desabamento do prédio Rana Plaza, em 2013.
  • Dmitry Markov (@dcim.ru), reside em Pskov, na Rússia, e é voluntário em várias instituições de caridade. Ao compartilhar seu trabalho no Instagram, Dmitry espera destacar a situação das crianças órfãs e incentivar a sociedade a “olhar para os problemas dessas crianças de uma forma humana.”

 

“A Getty Images acredita no poder da imagem como um catalisador para a mudança social”, afirma Elodie Mailliet Storm, Diretora de Content Partnerships da Getty Images. “Nosso três vencedores não poderiam exemplificar melhor o objetivo original dessa iniciativa: documentar e compartilhar histórias de comunidades sob-representadas que de outra forma raramente estariam em foco. Estamos honrados em conceder esses subsídios e esperamos que eles incentivem esses talentos a continuarem a contar importantes histórias por meio de novas plataformas.”

 

Cada ganhador receberá um subsídio de US$ 10 mil e orientação de um dos premiados fotojornalistas da Getty Images, que inclui John Moore, Chris McGrath e Andrew Burton. Além disso, eles terão seus trabalhos expostos na Photoville (http://www.photoville.com/), o maior evento anual de fotografia de Nova York, que começa hoje e ocorre até o dia 20 de setembro. Os três vencedores participarão do evento e estarão disponíveis para entrevistas.

 

“Todo dia as pessoas acessam o Instagram para serem transportadas, para se inspirarem e aprenderem algo novo sobre o mundo”, diz Amanda Kelso, Diretora de comunidade da rede social. “Ismail, Adriana e Dmitry são contadores de histórias mestres cujo trabalho no Instagram brilha como um poderoso holofote em causas que necessitam de campeões.”

 

Além dos três vencedores, os juízes reconheceram também o trabalho de cinco fotógrafos: Tasneem Asultan (@tasneemalsultan) de Dubai, nos Emirados Árabes; Kevin Cook (@kevincookphoto), da Filadélfia, nos Estados Unidos; Igor Pisuk (@igorpisuk) de Estocolmo, na Suécia; Cassandra Giraldo (@afterschoolproject) de Nova York, nos Estados Unidos; e Ako Salemi (@f64s125) de Teerã, no Irã. Eles vão receber uma orientação pessoal de um membro da comissão julgadora do Instagram Getty Grant.

 

Para mais informações sobre o Getty Images Instagram Grant e para ver os portfólios dos eleitos, acesse  http://gettyimages.com/InstagramGrant.

Related Posts

Comments are closed.

« »